novologomnc vetor prancheta copia
Mulheres

Compartilhe

Facebook
LinkedIn
Twitter

Por que esperam sempre mais de nós mulheres?

A discussão que proponho hoje não deseja somente responder à pergunta do título acima (“Por que esperam sempre mais de nós mulheres?”), mas tem como principal objetivo trazer uma reflexão mais profunda para tentar entender os motivos a respeito da cobrança excessiva que a sociedade estabelece em cima das mulheres.

O que é essa cobrança? Por que ocorre? Será que é uma realidade parecida com a dos homens?

Mulheres sempre são alvos de críticas

As mulheres são alvo de exigências, e com certeza, você, mulher, já deve ter percebido isso ao passar por situações que te sobrecarregaram de alguma forma. Somos mais cobradas em todos os aspectos das nossas vidas e, muitas vezes, internalizamos isso, resultando em cobranças feitas até por nós mesmas.

Precisamos ser excelentes filhas, mães, profissionais, donas de casa, esposas, enfim, nos desdobrar em incontáveis papéis.

Muitas vezes, mesmo cumprindo esses papéis pré-estabelecidos socialmente, ainda somos alvos de inúmeras críticas. A pressão sobre as mulheres atravessa todos os assuntos possíveis: questões de trabalho, questões familiares, aparência física e pressão estética, modo de vestir, jeito de pensar… E a lista continua.

É comum sentir que vivemos para cumprir expectativas alheias, o que pode se tornar um grande gatilho para sentimentos de estresse e ansiedade. Fomos educadas para cumprir tais expectativas irreais que foram impostas desde muito cedo, com a mensagem de que devemos ser perfeitas e atingir padrões inalcançáveis.

Essa pressão social feita em mulheres é constante, cultural e, por que não dizer, até mesmo, que é também histórica.

Por que esperam sempre mais de nós

Desde novas, somos ensinadas a nos comportar como “mocinhas”. Pode até parecer inofensivo dizer para uma menina que está crescendo que ela precisa agir de certa forma, mas isso pode sim contribuir para formação de estereótipos que são utilizados no dia a dia para a manutenção dessas desigualdades e cobranças excessivas.

No final das contas, as mulheres são colocadas em “caixas” e sobra apenas um caminho: se encaixar no que esperam de nós.

Você sabia que até a simpatia é mais cobrada em mulheres?

Um estudo publicado no The Economic Journal constatou que, quando comparadas aos homens, as mulheres são melhores recebidas e tratadas quando se mostram simpáticas.

Faces das pressões que mulheres enfrentam na sociedade

De uns anos para cá, desde que se ampliou as discussões para o âmbito das redes sociais e outros meios de comunicação, passou-se a falar sobre algumas questões mais abertamente.

O feminismo se propagou empoderando muitas mulheres, é verdade, mas ainda temos muito o que melhorar nesse sentido!

Aqui estão alguns das cobranças que as mulheres enfrentam na sociedade:

  • Ser “agilizada”

A sociedade em geral espera que as mulheres sejam agilizadas, organizadas e dinâmicas. A cobrança se estende para a aparência física, pois precisamos estar bem-vestidas, com o cabelo arrumado e maquiadas.

  • Seguir dress codes

Escolas e outros ambientes sempre obrigam as meninas e mulheres a se vestirem de certa forma, por exemplo, quando dizem que não se pode usar saias ou usar o sutiã aparecendo. Quando a justificativa é feita por causa de homens, então, (“que as roupas femininas podem distraí-los), a situação piora! Isso comprova como os corpos das mulheres são constantemente sexualizados.

A sociedade em geral espera que as mulheres sejam agilizadas, organizadas e dinâmicas. Como dito anteriormente, precisamos ser excelentes filhas, mães, profissionais, donas de casa e esposas. Na verdade, é impossível dar conta de várias atividades ao mesmo tempo, o que ocorre é a sobrecarga de mulheres.

  • Ter “modos”

Você já deve ter escutado alguém dizer para uma mulher que ela precisa ter “modos”, ou seja, se comportar de certa forma. Isso se estende para muitos aspectos, como aparência física, jeito de vestir e até modo de falar.

  • Ser feliz

Para ser considerada adequada, a mulher usualmente precisa estar com um sorriso no rosto. Se isso não ocorre, recebemos perguntas como “está tudo bem?”, “o que aconteceu?”, enquanto que não estar completamente feliz é normal.

Como o machismo contribui para a pressão sobre as mulheres

Para os homens, a exigência chega de forma muito mais amena, pois eles estão assegurados pela famosa solidariedade masculina, que faz com que eles sempre se protejam e confiem uns nos outros.

Além disso, os privilégios sociais que os homens usufruem, muito relacionados a poder, ainda hoje garantem que sejam menos cobrados e questionados sobre os papéis que desempenham.

Os homens crescem ouvindo que demonstrar sentimentos é errado, “coisa de mulher”, criando padrões de masculinidade tóxica, que seria o medo de “parecer feminino”.

Dessa forma, o machismo é fortalecido cada vez que se distancia de aspectos relacionados ao gênero feminino, pois encontra em si mesmo e nos homens que compactuam dessa ideia um território seguro e fértil para expandir suas raízes.

Para os homens, existem inúmeros caminhos, possibilidades, portas abertas e poucas pessoas dispostas a questionar seus privilégios.

Como acabar com a pressão em cima de mulheres

Talvez o caminho para remover todas as expectativas em relação às mulheres ainda seja longo, porém, é preciso começar.

E, inclusive, tem começado. A expansão do movimento feminista nos últimos tempos é algo notório e relevante, pois cada vez mais mulheres têm se dado conta de sua importância e exigido igualdade.

Entre mulheres, é necessário reforçar a parceria entre elas por meio da sororidade, estreitando os laços entre semelhantes. Assim, será possível entender que não estamos sozinhas e que existem formas de contar umas com as outras para aliviar a sobrecarga emocional das demandas exigidas.

Criar espaços cada vez maiores para promover o debate e a reflexão a partir das vivências de cada uma também é algo positivo. Não tenhamos medo de discutir sobre assuntos, mesmo que pareçam polêmicos!

Artigos Relacionados